-100 to UK: Sobre 100 sabores do mundo

quarta-feira, outubro 31, 2012 Aline 0 Comments

3 meses e 10 dias para o rolê pelo mundo começar. SÓ COMEÇAR. Reino Unido será o primeiro de muitos destinos. E, como vocês já estão cansados de saber, sou sim apaixonada por cores, sons e grande amante de sabores - principalmente dos novos.
Há algo melhor do que provar o desconhecido? E tão bom quanto é imaginar como vai ser. É como ter aquela paixão platônica e passar horas pensando como será o primeiro beijo. 
Hoje o blog abre as portas e recepciona o mundo e vários convidados que apresentam 100 sabores, de diferentes partes do globo. 

Let’s go com a gente nessa jornada gastronômica?! Fasten your seatbelts, nosso expresso vai decolar. Nossos comissários farão você sentir-se à vontade. E com uns quilinhos a mais (não temos academia a bordo). Are you ready? Aperte o play e deixe Learn to Fly rolar. Hoje vamos para as alturas do nosso paladar! ;)

Já que euvouprauk.tumblr.com, vamos desembarcar primeiramente na Irlanda do Norrrrte. O que temos de bom por lá?!
1.     Ulster Fry, ou uma tal de fritada do Ulster, mais lembra um omelete do que qualquer outra coisa. Leva toucinho, ovos, salsichas, tomates, pedaços de pão de batata e até mesmo cogumelo. Típico ao extremo!
 2.    Barm Brack – é um bolo de frutas secas, com chá preto e açúcar mascavo na receita. Também é possível perceber pedaços de manteiga pelo meio.
3.    Colcannon dá para colocar fácil em nosso cardápio, principalmente naquelechurras de domingo. Um purê de batatas amassadas e cebolinhas – tá pronto.  Vai bem com linguiças e derivados.
4.   Pão de Batata não pode faltar no café da manhã irlandês. E sim, é o par perfeito para o Ulster Fry! E a receita é bem simples: purê de batata, manteiga, farinha e sal – e sem fermento. 5 minutinhos no forno e é só mandar pra dentro. Cuidado para não queimar a língua!
5.     Irish  Coffee – não podia faltar! Uísque, licor, noz-moscada, chantili e claro, café. Ótimo para a temperatura do nosso Brasil-sil-sil.



Atravessando o oceano, segundo o próprio Google, de caiaque (né Thiane?!), vamos parar na Escócia e conhecer o que a galera que usa saia aprecia:
6.   UÍSQUE. Como começar falando de outra coisa? E o negócio vai muito mais além. São 5 tipos (assim como o vinho possui várias ‘categorias’): single malt,single grainvatted, blended grain e blended scotch – o que os divide é o malte e também a destilação. Quer saber a história, googleit!
7.   Cranachan – o nome pode ser divertido (e até parecer que você está convidando um leprechaum a entrar em sua humilde residência), mas a receita parece ser saborosa: flocos de aveia, natas, mel, uísque e framboesas. Servido em festas e ocasiões especiais.
8.   Shortbread é a típica bolachinha de amanteigada e adivinhe só quem adorava? Rainha Mary. Parece que bolachinhas, fofoca, café da tarde e Maria combinam!
9.    Haggis é, sem sombra alguma de dúvida, o prato mais saboroso de todo mundo (#ironicfail). Estômago, coração, fígado, pulmão, banha, gordura animal… junte tudo, acrescente pimenta, limão, cebola e aveia. O mais engraçado é que o prato é servido com classe: sempre em festas em eventos em que geralmente os homens estão com kilt (a tal saia).
10.  Ô moça, me vê um chá! E desse, eu quero dose dupla!  ½ litro de chá preto bem quente, 4 colheres de açúcar, 4 doses de uísque, ½ lata de creme de leite fresco e noz moscada. O chá escocês melhora tudo: gripe, dor no coração, macumba…

        

Vamos de trem (e não de taxi, como dizia a Angélica) até o País de Gales e conhecer o que a Rainha considera digno da realeza. Vai ser comum vermos repetidamente chás, pães, bolos. Chás, pães, bolos. Chás, pães e bolos. Chás, pães, bolos… Mas o que UK não tem em tanta criatividade culinária, tem em perfeição natural. O que todos afirmam é que a costa do litoral de Gales é simplesmente fantástica. Faremos o possível para sair da rotina e tornar o cardápio um pouco diferente dos habituais chás, pães, bolos (tá bom, Aline, já deu…)
11.  Bara Brith – Esse  é mais um daqueles com frutas cristalizadas, açúcar mascavo e chá na massa. Também é conhecido como ‘pão manchado’.
12.  Esqueça qualquer pão com queijo que já comeram por aí. Esse Toast sounds totally fucking delicious. Fatia de pão de forma, manteiga, farinha, natas, cheddar, mostarda, pimenta e… cerveja! (ôooo mãeeee! Tem pão de forma aí?!)
13.  Panqueca – dispensa descrição. É a típica.
14.  Welsh Rarebit é um molho com pão que a nobreza criou lá pela época de Shakespeare ou sabe Deus lá quem (googleit – #hojenãoéauladehistória). Creme de leite, cheddar, pimenta, chili, mostarda, gemas. Nada picante, né?!
15.  Amantes da culinária mais refinada, essa é pra vocês (tá vendo, não há só pães, chás e bolos…): Cawl . Misturas de cenouras, cebolas, nabs, batatas, alho-poró, repolho, ervas como louro, alecrim e por aí vai. Se estiver mais próximo ao litoral, serão acrescentados frutos do mar. Se não, cordeiro. Interessante. Já sinto o cheiro daqui.       
E finalmente, cheguemos ao nosso destino totalmente preferido. O dos sonhos, que faz a dona do blog suspirar apaixonada… England! Vamos desembarcar em LHR, seguir para Birmingham e encontrar com um típico e verdadeiro inglês. Fair enough! Go aheadChris! Pode falar à vontade, porque Inglaterra aqui tem vantagem! :)

    1. Fish and chips – white fish (cod) – deep fried in batter with deep fried chips
    2. Roast dinner (chicken) – whole chicken covered in butter and garlic – cooked in the oven for 3-4 hours, with roast vegetables, potatoes, carrot, beetroot, onions
    3. Steak and kidney pie – exactly as it says, pieces of steak and kidney in pastry with potatoes and gravy
    4. fisherman’s pie – assortment of fish, salmon and prawns mainly, with some small green peas, topped with mashed potato
    5. Shepherd’s pie – minced lamb with onions and gravy – topped with mashed potato
    6. Cottage pie - – minced beef with vegetables and gravy – topped with mashed potato
    7. Toad in the hole – sausages in batter – roasted
    8. Ploughmans lunch – cold food – cheese, onion, ham, bread, and some pickle
    9. Gammon and eggs – gammon (smoked pork) with fried eggs, and chips and green peas
    10. English breakfast
    11. Afternoon tea – scones, sandwhiches, pastries with a cup of tea
    12. Beef stew and dumplings – beef and vegetables cooked in a large pot for hours and hours (dumplings are made from suet or flour)
    13. Game pie – using wild animals which wer hunted, rabbit, pheasant, venison, pigeon, cook with vegetables in a pot and cover in pastry
    14. Cauliflower cheese – white coloured veg (like brocollli) cooked with cheese sauce and covered in grated cheese
    15. British summer pudding – red fruit from UK – strawberries, cherries, raspberries, blackberries, red currants, all in a bowl lined with bread
    16. Apple crumble – bramley (cooking) apples – in a dish covered with mixture made from flour, butter and sugar (also rhubarb crumble)
    17. Bakewell tart – small cakes with cherry and almond
    18. Lemon cheesecake – pastry base, creamy soft lemon topping
    19. Eton mess – red fruit, cream and meringue broken up in a tall glass
    20. Eccles cakes – pastries with sultanas and currants (dried fruit in)
    21. Jam tart – pastry bass – strawberry jelly inside
    22. Lemon meringue pie – pastry base with lemon jelly in the middle – and soft meringue on top
    23. Mince pies – for xmas – suet mince in side some small pies
    24. Queen of puddings – this one you will have to find kkkkkkkkkk
    25. Sherry trifle – jelly, fruit, biscuits, cream and alcohol 
    Ali ao ladinho da nossa linda, maravilhosa e perfeita Inglaterra, temos Bruxelas. Viciados em música eletrônica, esqueçam a TomorrowLand - hoje o cardápio tem mais de 2.000 tipos de cerveja e comidinhas que atiçam o estômago logo cedo. E por que não deixar uma ‘quase’ Belga nos explicar melhor? De frente para a estátua do menininho mal educado que faz xixi em pé, na frente de todos (Manneken Pis), Chrystiane conta pra gente o que tem de bom por lá.
    27. Batata frita com molho tártaro: Um bom lugar pra se comer é na Praça Flagey… As melhores com certeza! Embora as mais tradicionais de Bruxelas estejam na Praça Jourdan. Diferente das daqui, as de lá são estilo palito e tem a parte externa realmente crocante… Devo lembrar também que Bélgica tem a maior variedade de molhos para fritas do mundo. É a especialidade deles!!!
    28.   Waffle: Os tradicionais são feitos com açúcar escuro de beterraba, muita manteiga, açúcar de baunilha, muito ovo e cobertos com açúcar de confeiteiro. O melhor local para se comer waffle em Brubru é ao lado do Manneken Pis - perto daGrand Place, a praça mais exuberante do mundo por ser decorada com ouro.
    29.   Cervejas: Delirium Café, que fica também perto da Grand Place. Ele têm disponível mais de 2000 tipos de cerveja. Entraram até para o Guinness Book em 2004.  As melhores… não tem melhor, vai do gosto da pessoa! Kkkkk…. Mas tem cerveja com gosto de fruta (Kriek, Mort Subit), amargas, escuras, claras, cervejas de pimenta, de chocalate, de mel, de coco… e assim por diante. Mas o mais legal é os nomes. Tem a cerveja com nome de Deus, Judas, Demônio (Duwell), ou seja, até no nome tem história!
    30.   Speculoos Pasta: O mais famoso é o da marca Lotus e veio da bolacha francesa, mas a pasta foi criada na Bélgica. É uma pasta originária da bolacha de canela de mesmo nome – Speculoos… moeram a bolacha e  obtiveram a pasta.

    Mapa das fritteries da Bélgica…http://www.fritmap.com/  e veja os molhos bem aqui.



    31.   Mitraillette: Pronuncia mitralete… É um lanche feito com cebola frita, salsicha boudin (de porco), batata frita e o molho por cima. É um lanche mto grande e pode ser acrescentada verdura. O melhor local para comer é em uma lanchonete que fica perto da Beurs/Bourse/Bolsa de valores de Bruxelas, Fritland.
    Já que falamos de cerveja, impossível não lembrar do vício da Aline pela Heineken. E já se falamos de Heineken… FALAMOS DE AMSTERDAAAAN! E nem só de moinhos de vento, cerveja, marijuana (oi? oioioi) e ‘ruazinha vermelha’ vive Holanda. Chrys, já que você ta por aí, dá um pulo lá pra nós, vai! ;)
    32. Appelbak Met Slagroom: Ou torta de maçã com chantilly - muito tradicional na cozinha holandesa. A melhor de Amsterdam está na Winkel 43.
    33.  Batata frita com maionese: Sim, como na Bélgica na Holanda eles também ADORAM batata! Mas com maionese! Em qualquer canto você poderá encontrar um lugar que faz fritas e servem nos cones.
    34.  Stroopwafel: bolachinhas recheadas com caramelo, para serem tomadas com chá bem quente - ao serem colocadas em cima da xícara elas se partem e o caramelo derrete. Mas, há quem goste de comê-las pura! ….. EUUUU
    35.  De Ruijter: Gestampt Muisjes anijes: Um pózinho branco de anis para se colocar em cima do pão que acabou de sair da torradeira com aquela manteiguinha passada derretendo! Hummm, bom, bom!!!! 
    36.  Bitterballen: Petisco holandês! O croquete holandês! Típico nas recepções holandesas. Só que o croquete holandês contém…CURRY! Como tudo lá!

    37.  Oliebollen: Bolas de azeite - é um doce, servido na noite de ano novo na Holanda. Feita de farinha de trigo, levedura, ovo, leite, uva passa, maçã e sultanas. Ao servir, se coloca um pouco de açúcar. Doce em formato de bolas, como se fossem bolinhos de chuva.
    Andando pelas ruazinhas de AMS, demos de cara com Woody Allen. Depois de contar que a Aline viciou em ‘Midnight in Paris’ (Tom Hiddleston no elenco? Come on…), ele decidiu nos dar uma carona para a França. Lá encontramos com aElisandra e o Eduardo, para degustar o que há de melhor – e convenhamos, disso eles entendem bem:

    39.   Não deixar de saborear um Crepe de Nutella em uma barraquinha em frente à Torre Eiffel, que pertence a um senhor português… humn… Degustar uma delícia com uma linda vista da Torre!
    40.  Ir a Ladurré, de preferência a da Champs Elysees e comprar muitosmacarons… Aí, pra quê ir embora?! Saboreá-los em um banquinho da calçada dessa super avenida… apreciando o movimento…
    41.   Ao invés de parar para almoçar, porque não comprar alguma Baguete em qualquer bistrô que encontrar?! Vale demais a pena!
    42.   Para um jantar: Opção – Pato! Que coisa boa… e pedir que Batatas Poche…. Fantastic….

    E já que estamos por lá, why not passar pela Suíça. Já que é pra comer e ver lugares bonitos, vambora.
    45.  CHOCOLATES…. CHOCOLATES… E MAIS CHOCOLATES… estão por toda a parte… em especial na capital Zurique… Vale a pena experimentar…. Sensacional!
    46.   Se for caminhar na neve… não deixar de tomar um super Chocolate Quente no topo dos Alpes… o gosto fica ainda melhor quando se aprecia a vista!
    Nothing is better than alugar um carro e passar pelos lindos alpes, cruzar a fronteira com a Itália, vendo toda a linda paisagem e ser feliz. Sim, só a vista já faz valer a pena. Paremos. Estamos na mais bela e histórica parte do mundo. E o casal continua fazendo valer à pena:
    47.   PIZZA…… inexplicável!!! Todas muito boas!
    48.   Sorvete, em especial o de Roma. É o melhor!!!!! Você pode comprar sorvetes muito bons por toda a Itália, mas o de Roma é incondicionalmente MELHOR!
    49.   Doces de Santa Clara e de São Francisco, em Assis…. um misto de Pistache e   outras especiarias… Sabor inesquecível!
    50.   Doces de Geléia de Florença…. Lindos e gostosos! 
    Falando em Italy, é impossível não lembrar do brasileiro mais italiano que existe. OMarcus deve ter nascido no país errado, não é possível. Assim como a Aline está para a Inglaterra, ele está para a Itália. Vai, mostre-nos porque você ama taaaanto esse pedacinho de terra!
    51.  Gelato Italiano: Como ir para a Itália e não provar o gelato italiani…. Não tem    como descrever, só indo pra lá. Dica: Tomar um gelato em frente a Fontana di Trevi….
    52. Pasta: outra comida típica que não tem o que falar… só experimentando pra saber….
    53. Pizza: A pizzaaaaaa, completamente diferente daqui… Não costuma ter muito recheio, a massa é fina e crocante, geralmente uma pizza grande é pra uma pessoa, mas o molho é divino! Dica: Sair do museu do Vaticano e comer uma pizza…
           

    54. Chocolate Baci: Manoooo, chocolatinho italiano que é tão gostoso como um beijo… ;)

    E de lá, vamos dar uma esticadinha com ele e com sua hermana Chrys até a Espanha ver que além de Real Madrid, há muitos pra se conhecer – e experimentar - por lá. Ainda tem espaço no estômago? :p

    55.  Churros com chocolate quente: Diferentemente do Brasil, os churros não são recheados, são apenas fritos e devem ser “chuchados” no chocolate quente para serem comidos. Há espanhóis que digam que os churros do Brasil recheados são uma verdadeira afronta ao costume espanhol. Um verdadeiro absurdo! “A graça está em passar o churros no chocolate!” Melhor local para comer: qualquer cafeteria.

    56.   Sangría: Bebida típica espanhola feita com suco de laranja, vinho e pedaços de frutas (maçã e laranja). Muito boa!!! Sim, é alcoólico…kkkkk
    57.  Gaspacho: Sopa fria feita com tomates, pepinos, salsa, sal, pimentão, pimenta, cebola, alho, azeite de oliva e vinagre! Ótimo tbm!
    58.  Empanadas: É uma massa salgada recheada. Pode ser carne, frango, queijo, legumes. É uma torta grande. As individuais tem origem na argentina.
    59.  Tortilla: Como se fosse omelete, mas leva batata cozida e fica mais alta! Delícia!! http://delicious-cooks.com/spanish-tortilla.html

    60.  Jamón: É o presunto espanhol. Tão famoso que tem vários museus do jamón espalhados por Madrid. O mais famoso é o pata negra (jamon ibérico).http://www.museodeljamon.es/
    Manuel, Joaquim e Maria devem estar ansiosos por nossa visita. Já que estamos do ladinho, bora pra Portuga! E o que tem por lá, Marcus?

    61.  Pastel de Belém: o tão falado pastel de Belém que só vende em um lugar do mundo…simmmm, o que vc come normalmente é chamado de pastel de nata… E não ouse pedir pastel de Belém em uma padaria qualquer, ou vc será zuado pelo portuga….
            

    62.   Pastel de Santa Clara: Típico pastel vendido em padarias, então, se acha em qualquer lugar (acho…). Tem esse nome devido ao local de origem, o Convento de Santa Clara. Alias, para os aficionados por história, Inês de Castro passou por lá…
    63.  Ovos Moles de Aveiro: bommm…. É diferente, doce e o fígado precisa ser bom…kkkkkk. Esse doce consiste basicamente em gemas de ovos e açúcar, os quais são colocados em uma casquinha, que nada mais é que hóstia em forma de ovo.

    64.  Bolo de Ambrósio: Bolo folhado característico de Guimarães…não tem muito o que explicar… É só comendo mesmo…..
    65.  Vinho: não é só Vinho do Porto que é bom em Pt… Qualquer vinho vendido por lá, independente do preço, é muito bom…. Os do Alentejo particularmente……suspiros…

    Chega de Europa. Não que canse e/ou enjoe, mas o estômago ta pedindo algo mais… hmmm… caliente. E nossa amiga chilena entende disso. Thiane, bota pra quebrar tudo. A América é tua. Ahora somos locas por ti America ;)

    Na Central, vemos por Honduras, Guatemala, Costa Rica e Jamaica uma porção de coisas muy locas, como:

  • Apesar do problema da fome que o país enfrenta, a culinária haitiana é diversa. Muitos pratos lembram comidas do Brasil, principalmente pelo consumo do arroz e feijão. A comida típica é Acra e repolho. Tá curioso para saber o que é Acra? veja aqui a foto.

    1. Cuba Libre (Cuba), o nome por si só já diz sua origem. É feito com rum branco, cubos de gelo, refresco de cola, gotas de limão.
    2. Baleada é uma comida típica de Honduras. É uma tortilla, feita com farinha de trigo com recheio de feijão, serve como aperitivo na América Central.
    3. Na Guatemala, a culinária é representada pelo Atol de Elote, uma bebida não alcoólica, feita com milho, canela e açúcar.
    4. Na Costa Rica, o destaque fica para um tempero. Um molho local chamadoSalsa Lizano (também conhecido como salsa inglesa) é usado com freqüência a fim de dar um toque de especiarias ao prato.
    5. Porco com Pimenta Jamaica, é um prato tradicionalissímo no país do Bob Marley. Então, Don’t worry, be happy, e vamos saborear!
    México. Dispensa discrições. Thalia (Y a mucha honra, María la del Barrio soy!) e Chaves que o digam. Vamos pro aeroporto e subir no aeroplane da Aeromexico. Sigam-nos os bons!
    1. Quem não se lembra do arriba abajo al centro y adentro? A Tequila é uma bebida alcoólica destilada, feita com uma planta da América Central, a Agave Azul, uma espécie de babosa e de até 49% de açúcar extraído da cana ou do milho.
    2. E de Guacamole, quando se fala em México? Além, claro, das novelas e da Thalia, como falamos acima. É basicamente um purê de abacate bem temperado, que funciona como um complemento da salada, referencial na culinária mundial.
    Lembram da Elisandra? É… ela veio correndo lá da Europa só pra vir tomar um solzinho na beira do mar do Caribe e contar bem baixinho que: 
    74.  - Muitas Piñas Coladas apreciando o Mar do Caribe… Parece que Deus caprichou mais ali!

    75.  - Cuidado com a Pimenta…. Perguntar sempre: Pica o no Pica? Se a resposta for Pica Poco…. TAKE CARE!!!!
    E vamos descendo, descendo (calma, não é na boquinha da garrafa – não ainda! Brasil é logo abaixo! :P) e chegando na América do Sur. Que tem de bom? Muita coisa. Não precisamos ir muito longe para comer bem. Nem tanto para fazer um mochilão, ver belas paisagens – até neve tem! Enfim, vai lá Mendieta, continuehablando o que nosotros tenemos que conocer:

    76.  Mira em Barranquilla se baila así, ao som de Shakira – Hips don’t lie, conheceremos um prato da Colômbia. Bandeja paisa, é feita com feijão, e lembra no tradicional “trivial” brasileiro.
    1. O que domina na América do Sul, principalmente nos países que a Cordilheira corta, são pratos quentes. O ajiaco santafereño preparado no interior da Colômbia, é uma sopa a base de vários tipos de batata extraídas do planalto cundiboyacense, as guascas, o milho e o frango camponês da região.
    78.  Arepas pode ser considerada a maior expressão culinária da Venezuela. Parece um pão, e é feito com farinha de milho. Pode ser consumida sozinha ou com alguns recheios. Será que na mesa do Hugo Chavez se encontra arepas no café da manhã?
    1. No Equador, los carapachos rellenos, frutos do mar semelhantes a ostra, são o que comandam a culinária. Uma boa opção para quem for visitar o país.
    2. O país comandado por de Evo Moralez, a Bolívia, tem em sua culinária oChicharrón de cerdo feito com carnes suínas fritas (porquinhos), milho e molho picante.
    3. Papas a la Huancaina, ou Batatas a Huancaina, é um prato muito saboreado pelos bolivianos. Segundo sites, contem 420 calorias!
    82.  Doce, doce. Doce, a vida é um doce… E como é bom comer um doce! Quem nunca comeu um Alfajor ( o J em Castelhano tem o som de R, então leia-se ALFARROR)? O Doce, tradicionalmente chileno e argentino, é feito com uma massa, que lembra uma bolacha, reachado com doce de leite e coberto com chocolate.
  • Chivito, não é o nome de um personagem de novela “by México”, mas sim de um sanduíche no prato uruguaio. A Seleção que derrotou o Brasil em pleno Maracanã na Copa de 1950 tem muita “raça” na hora de cozinhar. Esse prato, para ser completo tem que ter ovos, champignons, presunto e pão “porteño”, e com a quantidade de ingredientes, substitui uma refeição.

    1. Empanadas, uma delícia salgada que gera discussão: qual a melhor, a da Argentina ou do Chile? Aqui vamos conhecer da que é feita na terrinha de Messi, Maradona e Cia. Lembram pastéis de carnes, mas são assadas, e além da carne, o recheio também tem ovo e azeitona.
    2. Chilenito, assim como eu, tem origem chilena. O doce lembra o Alfajor, mas sem a cobertura de chocolate. É feito com uma massa folheada, recheada de doce de leite e polvilhada no açúcar.
    3. Mil hojas, uma sobremesa chilena de dar água na boca. Feita com massa folheada, recheada com doce de leite e coberta com amendoim picado, uma combinação deliciosa!
    4. Briga entre chilenos e peruanos: saber quem inventou o Pisco, um licor extraído da uva. Mas, o Pisco que vamos conhecer é o do Peru. É uma bebida com teor alcoólico, cuidado meninos e meninas!
    5. Um prato típico do país glu-glu , Peru, é o Cebiche, feito com pescado, peixe, preparado no limão, servido com alface.
    6. Sopa paraguaia, made in Paraguay (piada – Para o que? – PARAGUAI!), mostra que além do país ser bom nas bugigangas, manda bem na cozinha. A sopa é composta de uma torta preparada com fubáqueijo meia cura ralado grosso, cebola, milho verde debulhado e manteiga , pode ser quente ou fria.
    7. A culinária paraguaia copiou uma receita brasileira. Chipa, umbolinho assado de polvilho com manteiga e queijo, feito no formato de “meia lua”. Lembra muito pão de queijo.
    Chega de role. Dizem que o bom de toda viagem é voltar pro aconchego do próprio lar. Comer comida da mãe, sentir o cheirinho da casa, dormir na própria cama. E a dona Alininha aprecia sim a cozinha nacional. HOME SWEET HOME!
    91.  Bolo de Cenoura: não rola se não tiver aquela cobertura de chocolate por cima. AQUELA, entende? Pode ser crocante, mole… mas tem que ter. Muito. Fazer furos na massa, antes de cobri-la, é bem válido!
    92.  Pão de Queijo: precisa de explicação? Quem já foi pra Minas, sabe coméquié. Mas, em qualquer padaria, posto ou até mesmo o home-made é uma delícia. Faz qualquer gringo se apaixonar!
    93.  Feijoada: a comida mais gorda do mundo e uma das MAIS MELHORES DE BOAS! Por mais que a pequena garotinha aqui tire todas aquelas coisas estranhas (pé, orelha e derivados), só o sabor do feijão preto e carne seca já valem. Couve e farofa acompanhando, tornam o almoço de domingo muito mais gostoso e perfeito pra um cochilo no final da tarde! ;)
    94.  Bolo de Fubá: seja ele cremoso ou com erva doce, encaixa perfeitamente com café, chá, de manhã – tarde e noite. Cura tudo. Carência, depressão. Aumenta felicidade. Deve ter serotonina, não é possível. Aqui em casa, é de lei. No trabalho, tem sempre que ter!
    95.  Doce de leite: agora eu fiquei doce doce doce doce, e nem precisa de Camaro Amarelo pra isso. Com queijo então… Novamente Minas faz sucesso nesse sentido.
    96.  Paçoca: outro santo remédio pra TPM e afins. Deu aquela vontade de açúcar? Um pedacinho e pronto (A nossa chilena Thiane Mendieta sabe do meu vício pelo doce… :p).
    97.  Canjica: Festa Junina não é a mesma sem. Não preciso nem dizer que é um milho, certo? Enfim, cozinhe com leite, leite condensado, canela, reúna os amigos, coloque um chapéu de palha, bandeirinhas no quintal e convide Fernando e Sorocaba.
    98.  Caipirinha. Gringo vem, enche a cara e volta dizendo que quer mudar pro Brasil. Tudo culpa da cachaça. Misture limão e açúcar. Tem algo mais barato, vagabundo e gostoso que isso? Dica: Xuxu’s Night, em Americana – SP (dica byRafael Bertolli, parceiro fiel há anos de caipirinhas do Xuxu’s). Os melhores ‘cinco contos’ gastos. Alegria total.
    99.  Pamonha – a de Piracicaba faz sucesso. Mas a da feira aqui pertin de casa também é das boas (passem por lá domingo pela manhã e aproveitem para dar um alô pra Mendieta na Estação Cultural). Recheada com queijo, de preferência.
    100.               Brigadeiro: sensacional. Seja em festa de criança ou como uma sobremesa qualquer… aliás, brigadeiro  nunca é algo qualquer! Brigadeiro Eduardo Gomes servia o doce aqui no Brasil e por isso, acabaram apelidando assim o ‘negrinho’, como dizem no sul. Panela, uma lata de leite condensado, margarina e Nescau. FeSHOW.  
           

    Para quem quiser, temos ENO à disposição.

    No próximo tour, incluiremos Ásia. Preparem o estômago. Japão vai ser até que fácil de encarar, mas China, Coréia, Índia, Tailândia, Indonésia… bom, será INTERESSANTE!

    euvoupraUK.tumblr.com agradece a todos que voaram e degustaram estes 100 sabores conosco! Voltem sempre! :)

     Toda tripulação - Aline , Elisandra e EduardoMarcusChrystianeThiane e Chriss e despedem bem gordinhos e felizes, depois de tanta degustação! ;) 

     

      A mim cabe agradecer a essa galera aí de cima por TODO apoio… Tão bom quanto sonhar, é poder compartilhar o sonho com quem a gente tanto gosta! VALEU! :)))

    0 comentários: