Escolhendo destinos mochilão

quinta-feira, janeiro 24, 2013 Aline 0 Comments



Planejar. Aurélio diz:
v.t. Traçar; fazer o plano de. / Projetar, fazer tensão de. / Programar, planificar. / Planear. 

E como planejar uma viagem? Dinheiro é essencial, claro. Mas, primeiramente, o básico é decidir o lugar. E garanto: tem como se confundir SIM. MUITO.
Vamos falar agora do meu rápido - porém importante e super esperado - mochilão. Demorei meses (é…) para escolher os lugares. Li blogs, reportagens, pedi dicas pra amigos - e até desconhecidos. Ora decidia, ora mudava de ideia. 

      
Como citei em post anterior, escolhi as cidades de Bruxelas, Amsterdam, Berlim, Praga e Munique, sendo 2 dias em cada. Pouco tempo? Sim, mas era o que estava tendo - meus planos dizem que voltarei em breve, mas e se não rolar? Pelo menos fui nas coisas que mais me interessam em cada cidade.
Me baseei em:
  1. Cidades que sempre tive interesse em conhecer e que, obviamente, possuíam algum ponto turístico e também aspectos culturais que me atraem (Ex.: Amsterdam - Heineken, bikes, paisagens maravilhosas; Berlim - 2ª Guerra Mundial; Bruxelas - Chocolates, cervejas… e por aí vai);
  2. Distância: o tempo que o trem demorará para ir de uma localidade à outra, sem contar a ‘logística’ - tentando escolher um país que faziam fronteira;
  3. Preços: mesmo a Holanda estando entre os países mais caros daquele ‘miolo’, não podia faltar. Mesmo assim, pesquisei o custo de refeições, cervejas (se faltar, melhor nem ir, né?!), ônibus, taxis e derivados.
       

Para quem se encaixar no padrão ‘sou confuso, não sei o que quero’ (like me), vou compartilhar os blogs que li no período pré-escolha. Neles, há referências sobre onde dormir (desde hotéis até albergues), quanto se gasta em cada cidade, onde comer, e até mesmo, como escolher o roteiro - até porque, em alguns casos, o transporte de um lugar ao outro influencia muito nos quesitos aproveitamento de tempo e dinheiro. 

0 comentários: