Apuro em Gatwick: NON-EU precisa de carimbo?

terça-feira, fevereiro 19, 2013 Aline 0 Comments


Escrevo esse post para alertai-vos para estarem atentos aos sinais, tanto do fim do mundo, quanto da imigração geral.

No final de semana que ia para Dublin, migrei de Hastings até Gatwick, como contei nesse post. 

Todas as reservas em mãos, fiz meu web check-in, passei pelo raio-x e esperei por quase 1h na sala de embarque, torrando a bateria do celular (aliás, detalhe importante: em UK, tomadas gratuitas são RARÍSSIMAS! Se achar uma, tome posse ou desconfie). 

Quando meu voo ficou disponível, procurei o portão de embarque da RyanAir e a primeira zica: quando eles dizem UMA mala de mão, é UMA. Eu estava com uma mochila e uma bolsinha lateral. Lá foi a garota fazer mágica, colocando São Paulo dentro de Americana. 

Passado o stress, o tiozinho sarcástico da cia low cost dá aquele olharzinho e vomita em mim: 'cadê o carimbo?' WTF? Que carimbo? Ninguém me disse que alguma alma precisava carimbar meu bilhete. Aí ele mencionou que NON-EU precisam dessa autorização e blá blá. E assim, ele concluiu: 'você não tem tempo hábil para ir até o check-in e voltar antes de decolarmos'. Inglês fdp do caralho. Só o desafiei, a la Obama: 'Yes, I can do it'. 

Esse é o tal do Stamp. 




Corri como nunca na vida, atravessei meio Gatwick, encontrei uma tia do aeroporto e pedi sua ajuda - ou melhor, supliquei. Ela fez aquele olhar de reprovação "brasileiro fazendo brasileirice", me levou até o local, carimbou, me ajudou a cortar fila no raio-x (o que não é nada aceitável lá) e me disse em seguida: RUN, GIRL.  

Corri até o portão de embarque (sério, eram mais ou menos uns 5km!) de meia vermelha e bota na mão! Mas, cheguei, e embarquei. Ah, e ainda fiz carinha sarcástica pro maluco que disse que eu não conseguiria. MANÉ.



Como podem ver acima, NON-EU precisam desse tal carimbo. Não adianta fazer o check-in online ou nos totens e achar que tá tudo certo, porque não tá - tem que ir até o balcão da cia.

Tem algumas outras histórias relatadas no TripAdvisor, neste link.

Lição aprendida, e espero que vocês amigos também aprendam.


0 comentários: