Perdidos na Holanda

quarta-feira, março 06, 2013 Aline 2 Comments


Estava tudo certo. A Chrys (irmã do Marcus, como citei no post de Bruxelas) já havia traçado no mapa qual a distância da estação de trem Centraal de Amsterdam até nosso hotel e inclusive, anotado qual tram devíamos tomar. Não tinha como dar errado. Não mesmo.

Saímos da estação principal de Bruxelas eram umas 14h e de lá, paramos em Antuérpia. Tiramos fotos do relógio da estação a pedido da Chrys, comemos mais uma porção das batatas com molho e ficamos plantados esperando o trem para Amsterdam. Cadê o trem? Ah, Alá ele ali.


Quando subimos, não tinha um mísero lugar dentro e estava mega apertado. Tudo parecia muito estranho – o trem tinha outro aspecto dos outros: o interior aparentava ser um pouco mais luxuoso e quando começou a se mover, ao invés dos 120km/h normais, quase 320km/h. Wow.

Quando o ‘tio dos tickets’ chegou, aí ele nos confirmou que aquele 'Thales' era uma 'linha' de rápida velocidade e por isso, os bilhetes eram mais caros e deviam ser comprados antecipadamente. Informamos que subimos no trem errado e ele nos deu duas opções: ou pagar a diferença e seguir até Amsterdam (cerca de EUR 70 cada!) ou descermos na próxima estação, que seria Rotterdam.                                                    

Lá descemos e vimos uma multidão trocando de estação – era uma movimentação realmente muito weird. Perguntamos a um casal, que deram uma resposta meio nada a ver sobre o que rolava – poucos por lá falam inglês. Até que um cara de bike resolveu nos informar que em certos domingos, alguns trechos simplesmente param para manutenção. Como assim?

O fato é que já tínhamos subido e descido uma escadaria enoooorme com malas de rodinhas, tivemos que fazer o mesmo trecho novamente – pro nosso desgaste e cansaço – e tomar um ônibus até Den Haag – que a própria cia férrea oferecia. Lá, finalmente, pegamos um trem comum para Amsterdam.


Nesse meio tempo, a bateria do cel quase morreu e o GPS já não funcionava tão bem. Queríamos mesmo ter uma noção de localização, então fotografamos um mapa e tentamos acompanhá-lo. Sensações múltiplas apareceram, além do cansaço e desânimo.

Era a primeira vez que estávamos sozinhos, do outro lado do nosso hemisfério, sem internet e das pessoas que nos cercavam, poucas falavam algum idioma que conseguíamos entender. 


Foi nosso primeiro desafio: conter o stress sem abalar um ao outro. Nessa hora, a união realmente faz a força (o açúcar, como todos sabem, também!). Um quer ir pra um lugar, outro pra outro. Um quer descansar, o outro chegar logo ao destino. Um tá calmo, o outro tá estressado – depois, vice-versa. É preciso bem mais que amor; é preciso respeito!


Resumo? Saímos de Bruxelas às 14h e chegamos em Amsterdam quase 20h30. 

2 comentários:

  1. Eita, muito bem lembrado esse lost role! Permita-me complementar algumas coUsas nessa louca historia até esse louco lugar chamado AMSTERDAM...
    Primeiramente lembro-me de entrarmos num trem de dois andares... oi, comassim dois andares??? CAzzo isso e primeiro mundo! Apos isso lembro tbm que descemos em antuerpia e nem imaginavamos oq estava por vir.... ate comemos aquela batata louca...
    Olhamos os horarios dos trens e nem me atentamos que o next era algo um pouco diferente do suburbano que estavamos esperando....
    Entramos no trem e fomos tentando axar um lugar, eis que estavamos trocando de vagao quando vimos o fiscal... Demos aquela migue e perguntamos se podiamos usar aquele ticket e o cara obviamente falou NAO! pedimos para descer e ele soltou outro sonoro NAO, pois o trem estava partindo... por meio segundo fiquei com cara de merda e sem entender nada ate que...o trem se moveu....'DEN CAZZEN' estamos no primeiro mundo MESMO! logo depois desse lapso de loucura o cara pesquisou o preco e soltou... 150 euros... ingenuamente perguntei se era para os dois e ele com aquele inglolandes disse EACH! Depois disso sugerimos descer na proxima estacao e para a NOSSA ALEGRIA ele aceitou. E assim comecou o nosso CAOS pela Holanda....

    Por sinal, lembro que quase nos perdemos quando descemos em Rotterdam....

    Conclusao do role? sim, realmente nos dois conseguimos ligar com as emocoes e fizemos um belo trabalho! Muito obrigado por tudo! desde a calma q vc me transmitiu nos momentos que precisava, ate os momentos lost em AMS! E como nao podia faltar.... Parabens ao GRUPO! kkkkkkkkk

    Amo vc coisinha!

    ResponderExcluir
  2. Ahhh o 'lost em AMS' fica pra um próximo episódio! Nenhum de nós mencionou o quão legal foi carregar as malas pelas longas escadas... e que você fez o favor de levar uma vez, na outra eu te poupei e me arrependi! DEN CAZZEN! O peso das malas + escadas + estarmos perdidos já no primeiro destino do mochilão causou um stress que nos fez ver que somos MESMO um GRUPO em sintonia!

    Obrigada por sempre me lembrar dos detalhes!
    Amo vc! ♥

    ResponderExcluir