Segundo final de semana em Londres

segunda-feira, fevereiro 18, 2013 Aline 4 Comments





Como estava estudando em Hastings, comprei tickets de trem para passar o final de semana em Londres - é bem simples, veja nesse  site aqui (dá até para achar promoções comprando com antecedência - paguei £ 10 ida/volta). Só não pode esquecer de validá-los. Como faz isso? Chegue uns 15 min antes do horário, vá até a cabine e entregue a moça. 


Meu trem chegou uns 5 minutos antes do horário e depois de 11 paradas (passando por uma parte do litoral e de várias fazendas cobertas por lindas ovelhas ♥) chegou em Charing Cross - Londres, na qual ‘termina’ a linha. Troquei para a qual ia até  Paddington (onde havia reservado o hostel) – e sofri um pouquinho pedindo informações. Às vezes, não entendia o que falavam, outras, a falta de vontade em explicar era imensa. Incrível como a fiscalização de tickets às vezes não é feita. Se fosse no Brasil, a galera iria sem pagar, na boa. 

Me hospedei no mesmo hostel da semana anterior – o Pride of Paddington. Meu primeiro final de tarde e noite foram mágicos: simplesmente saí andando, guiada por um mapa e pelo movimento de pessoas, e a cada esquina, me impressionava com um detalhe diferente; parecia um filme, ou sonho. Ao avistar o Big Ben, tudo ficou perfeito. Foram várias fotos, de todos os ângulos possíveis. Eu realmente estava lá! Mal podia acreditar!
  

Parei na ponte e fiquei lá, por alguns minutos - só observando. É, eu finalmente estava onde sempre quis! Também tirei uma foto com a jersey do time do Marcus, já que ele estava ali comigo - mesmo em pensamento. Com meu cartão Oyster, peguei um bus vermelhinho para a Picadilly e lá me encantei novamente, como no final de semana anterior. Fiz comprinhas de várias lembranças e rodei mais um pouco pela Oxford Street - glamour e muita gente (foto do início do post tirei lá).

O sábado foi bem intenso! Comecei o dia indo para o Hyde Park, acompanhada pela fiel amiga câmera. Lá, aluguei uma super bike por apenas £ 2 (por 24h!) - basta apenas por o credit card na maquininha e pronto: ela libera um código, que deve ser colocado no suporte de bikes e tcharã, pode retirar e sair andando.

Fiz o resto do percurso do Hyde (que como é graaaaande!) pedalando e parando para fotografar. Vários dogs, muitas pessoas correndo... e pensei como eu queria morar ali, só para desfrutar daquele parque todos os dias. 


Costumo dizer que o mais inesquecível do final de semana foi rodar um pedacinho da city dos meus sonhos de bike. Ninguém quase me atropelou, nem se quer deu uma buzinada - os motoristas respeitam os ciclistas e há faixas específicas; mesmo com o trânsito sendo em direção inversa a nossa, me senti em casa. Meus dedos quase congelavam, e era impossível ficar sem luvas ou o protetor de orelhas. Mesmo assim - what a fucking perfect moment! 

Parecia uma louca - pedalando e fotografando, ao mesmo tempo. Parei pelo Buckingham Palace, estacionei a bike e acompanhei a troca da guarda (e ninguém mexeu no meu semi-veículo! É, eu realmente não estava mais no Brasil). 

De lá, pedalei mais um pouco e passei pelo Big Ben; devolvi minha bike num bicicleteiro, como o que tinha lá no Hyde, ao lado da London Eye. E aí, aproveitei pra pegar a filinha básica (comprei o voucher antecipado pela net, paguei £ 40).

Como a vista é linda da Roda Gigante, é... tão grande! - diziam os Raimundos.
Um dinheiro bem investido e acho que vale MUITO a pena. Dá para ver quase que Londres inteira e para quem curte fotografar, é um prato cheio. Sem contar a emoção, principalmente pra quem morre de medo de altura, como eu. Fiquei tão emocionada que pedi pro Marcus me ligar - eu precisava ouvir a voz dele, naquele momento tão importante. E consegui acabar com a bateria da câmera! Amei, amei! ♥

Parei para 'almoçar' um super hot-dog na ponte entre o Big Ben e a Eye, e em seguida, peguei um metrô/underground e parei lá na KingCross, onde há a famosa Plataforma 9 ¾, do filme do Harry Potter. A fila para tirar foto no carrinho que atravessa a parede estava enorme, e como nem sou tãaao fanática assim (fui na minha época dos 14 anos), segui adiante e fui xeretar a loja. Quase comprei varinhas, como o André havia pedido, mas realmente achei caro £ 50 em cada.


E não parei por aí. Peguei outra linha no Underground e desci na Camden Town. Que lugar doido! Cheio de gente, mas com um tom meio que Indiano. Tem muita loja e muito camelô, e os indianos tem um feeling especial para decifrar de onde cada turista é. 

Comprinhas: como minha bota já estava toda lascada, tive que comprar uma nova (quase igual) e deixei a velha por lá; também comprei um Converse-All Star com a bandeira de UK, que estava procurando a tempos.

Em seguida, fui até a Picadilly Circus, onde também fiz comprinhas na LillyWhites - uma super jaqueta da Nike impermeável, que no Brasil custaria uma nota. Eu realmente precisava de algo assim, já que aqui chove 24/7 e os agasalhos que tenho não aquecem muito. Aquisição muito boa!

Encontrei-me com a Young, minha Korean-homemate, que me acompanhou ao musical tão esperado - Viva Forever, baseado nas músicas das Spice Girls (fiz um post sobre aqui). Durante o show, levantei várias vezes para dançar, cantei junto e até chorei; tudo ali me lembrava o início da minha adolescência, quando ouvia Spice o dia todo. Até que deu para entender um pouco, mesmo que o sotaque fosse demasiadamente forte e que eu não conhecesse algumas gírias e expressões locais.




Que dia cheio, né?! Só me restou ir pro hostel, tomar um Pimm's (que bebida delicinha! Take a look na receita aqui) e matar a saudade do meu barbudo pelo Skype. Depois, merecido soninho! :)

O domingo começou cedo também, com direito a mais passeios pela Embankment Pier. Vi de longe a St. Paul's Cathedral e também a London Bridge (estava cansadérrima a essa altura), passei num pub que um amigo trabalha - na beira do Rio Thames, e fiquei sentada por um tempo, observando tudo. What a beautiful Sunday!


Também aproveitei para conhecer o Madame Tusssauds, o tão famoso museu de cera. Tirei foto com algumas estátuas, e me encantei com o Capitão América e o Iron Man (Avengers, always!). O lugar não é tão grande assim e eu acho que quem vai uma vez, não precisa ir de novo, não. 


Passei por museus como o National Gallery e o Albert & Victoria. Infelizmente, não é permitido tirar fotos dentro deles - Ahhh! Não consegui ficar muito tempo neles porque meu tempo estava contado, mas para quem vai pra Londres e ficará mais de 4 dias, dá para reservar um tempinho especial pros museus legais que eles têm lá. É história pura, e tem muita coisa legal, até mesmo para quem não é tão fã.


A volta para Hastings foi um pouquinho complicada. As linhas de trem estavam totalmente paradas por queda de energia (que ocorreu nas proximidades do Gatwick), e demorei quase 5h para chegar em casa. Congelei de frio, fiquei ansiosa (a bateria do cel tinha acabado e sem distrações eletrônicas) e minha gripe piorou. Mesmo com a pane dos trens, deu para ver como os ingleses são organizados e educados. Ponto pra UK!

Esse final de semana só deixou o gostinho de quero mais.


Pics by me. Photovisi utilizado para montagens.

4 comentários:

  1. Aaaaaaaaaaaah que sonho *-* AMEI AMEI AMEI
    Big Ben, Roda Gigante, Museu de Cera... lindo, perfeito! Que invejinha branca ahuhuahua
    P.S.: adorei a sua pose na fote com a família real ahuahuhua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc viu como eu tava chique, Li? Até conheci a royal family :PPP

      Excluir
  2. Quantas lembranças boas com esse post! lembro como se fosse hoje o dia que fui pra la... E e claro, o dia que começamos a conversar! aquele oi timido e cheio de segundas intençoes :P

    Valeu a pena o Londonday?

    <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu bobinho :p
      Sim, o London Day me deu uma boa visão (e localização) do que viria pela frente. Você é demais!

      Excluir