Primeira parada: Lisboa

sexta-feira, junho 05, 2015 Aline 3 Comments

Ah gente, como estamos numa longa conexão em Lisboa ora poix, vou contar um pouco da nossa primeira experiência com a TAP.


Primeiro que foi um achado esse voo. Um internacional hoje ta na base dos R$ 3.000,00 (com sorte), e como o nosso "intercâmbio sem grana" demandava economia excessiva, achamos esse por menos de R$ 2.400,00, e saindo de VIracopos (nem 40min de casa!). 

Desde que trabalho como secretaria executiva, todos meus "clientes internos" (alguns engenheiros que se acham) recusavam Ibéria e TAP, e por isso, só tinha referências ruins. Eu era expressamente proibida de comprar com essas cias! Como experiência pessoal, só havia voado Tam, British, American e Continental (além das domésticas Azul, Gol e Ryanair). Dessa vez o preço tava tentador e mesmo com escala, resolvemos tentar. Economia além de tudo, sempre!

Portanto, deixo claro aqui que a TAP é uma excelente cia aérea e a partir de agora me negarei a não mandar engenheiros metidos por ela. A comida foi de longe a melhor (gordo é foda), e mesmo que o avião seja simples, tem filmes bem novos (já tinha até Cinderela!), atendimento ótimo e nada de atraso (pelo menos de Campinas até aqui).


Como boa semi-comissária que sou, sei que há algumas coisas no kit de primeiros socorros e por meus olhos estarem ardendo demais, pedi ajuda a comissária, que rapidamente trouxe soro fisiológico.


Pode ser do conhecimento de muitos, mas para marinheiros de primeira viagem, é bom lembrar que o ambiente pressurizado de um avião resseca demais os olhos, nariz e até causa desidratação. É importantíssimo tomar sempre água e se possível, levar colírio (coisa que eu esqueci). Tente levantar as vezes para se alongar, para ajudar a circulação. Principalmente das pernas. Evite comer coisas como feijão (raramente servem, mas enfim) ou gasosos (como refrigerante). Nas alturas, tudo tem efeito quase que triplicado no corpo, então se já sofre com gases ou problemas intestinais e estomacais (meu estômago é muito zuado, principalmente se eu comer carne) fique na água e nas refeições a base de frango ou vegetariana. Sério. Aliás, o efeito de uma bebida alcoólica é realmente triplicado. Se aqui embaixo você chapa com uma lata, nem queira imaginar lá em cima. (Aprendi isso no curso de comissária e acho válido sempre repassar a info).


(A primeira foto foi meu prato. Escolhi a cerveja pra provar algo Português - sou a louca da cerveja! - e pra testar a teoria do efeito triplicado - queria dormir mais rápido. Deu certo! - a de baixo é a do Marcus, que era carne com purê e como boa gorda, provei e adorei! Além de saladinha de pepino com pimentão e rosbife, e de sobremesa um pudinzinho muito bom).

Outro detalhe que sei que a maioria que lê o blog sabe, mas não custa repassar, né? Deixem os saltos e vestidos em casa, galera. Avião não é balada, e ninguém vai reparar na tua roupa. Vôos internacionais requerem conforto e na maioria dos casos (se não todos) o ambiente é bem frio. Tênis, Legging e até pijama ta válido. Sei que não é problema meu o que as pessoas vestem (e o que fazem com seu corpo ou vida), mas essa situação realmente vale prestar atenção. Como uma amiga mesmo comentou, a galera vai vestida pra festa e depois reclama pro comissário da temperatura interna. Pense no seu corpo, e não no visual. Tem banheiro no aeroporto, da pra se trocar e se arrumar depois.


O Marcus não gostou muito da forma a qual os filmes são apresentados. Diferente das outras cias, nesse avião a tela de TV não era touchscreen, e os filmes passavam um na seqüência do outro, sem poder escolher um em si. Eu não vi problema, já que vi um só (Focus - do Will Smith) e depois dormi. 

Em resumo, não esquentem em escolher a TAP ou vôos com escala. Tínhamos uma hora e meia para troca de avião e até sobrou tempo. Arrisquem-se! A opinião dos outros pode necessariamente não ser a sua depois da experiência!

(Levarei muitos desses na volta) 

O sotaque é muito cômico (porém lembremos das aulas na faculdade: nada de preconceito lingüístico :p) e o cara do Duty Free mordeu por eu chamar o pastel de nata de Belém (eles realmente mordem, pq pastel de Belém só em Belém!). Faça um teste, eles ficam bravos mesmo! Hahahah

3 comentários:

  1. heheeh ri pacas. tô muito feliz por vcs e tô louca pelos próximos posts. aproveitem muito
    <3

    ResponderExcluir
  2. Geeeeeente, e esse look da menina da foto? PQP! hahaha

    ResponderExcluir
  3. Eu até hoje só ouvi elogios à TAP... agora Iberia não tem um que fale bem, rs. E a moça pronta pra arrasar na pista de dança do avião? Hahaha.. foda! Eu viajo parecendo uma mendiga, toda de moletom, e sempre enrolada em lenço, echarpe, essas coisas.. Morro de frio!

    ResponderExcluir